FCL ou LCL: saiba quando contratar cada tipo de transporte

FCL ou LCL: saiba quando contratar cada tipo de transporte

Imagine que você deseja exportar ou importar uma mercadoria via transporte marítimo e precisa decidir qual a melhor opção logística para isso. Via de regra, é o tamanho da carga que vai influenciar nessa decisão. Contudo, dependendo do produto a ser transportado existem outros fatores que devem ser considerados no momento de escolher entre o FCL ou LCL.

Neste post você irá entender quando é mais vantajoso contratar um contêiner inteiro ou pagar apenas pelo espaço proporcional à sua mercadoria na hora de exportar ou importar. 

Qual modalidade escolher?

FCL é a sigla de Full Container Load (Contêiner Totalmente Carregado). Significa que o contêiner será totalmente carregado – esta modalidade é utilizada quando uma empresa tem carga suficiente para preenchê-lo totalmente. 

Mesmo nos casos em que a mercadoria não ocupa totalmente o espaço de um contêiner, o FCL é indicado para transportar produtos delicados e de alto valor agregado. Ao escolher esta opção, o exportador irá garantir que a carga seja transportada e carregada sozinha. Dessa forma, esta não será manuseada por terceiros, evitando o risco de perdas e extravios e diminuindo o tempo de entrega, já que usualmente serão realizados menos transbordos.  

Outro modelo é o LCL, que significa Less Container Load (Contêiner com Menor Carga) também é conhecido como Carga Solta Consolidada. O LCL é utilizado quando uma carga não é suficiente para preencher um contêiner na totalidade. Neste caso, a empresa pode pagar apenas pelo espaço que ocupará com sua mercadoria, compartilhando o transporte com outras empresas. 

O LCL está mais sujeito a avarias pelo risco inerente de uma operação de estufagem e descarregamento. Uma desvantagem do LCL é sua incidência de atraso de trânsito maior devido ao número de transbordos, já que várias empresas compartilham de um mesmo contêiner e suas mercadorias serão descarregadas em locais diferentes. Lembre-se que, se a carga for muito pequena, ainda existe a possibilidade de contratar um frete aéreo, que pode ser mais seguro para evitar perdas. 

Tempo de transporte no LCL e no FCL

De maneira geral, o FCL tem um transit time melhor do que o LCL, por ter mais opções de rotas diretas. “Quando necessário transbordo, o FCL é uma operação mais ágil do que o LCL. É muito mais rápido para o FCL estar disponível para iniciar o desembaraço aduaneiro”, diz Evandro Ardigó, especialista em logística internacional e diretor da ES Logistics.

Ele explica que a logística do LCL é mais demorada pela característica do produto transportado. Nesta modalidade, é necessário que a carga seja entregue para transporte com bastante antecedência, pois as mercadorias precisam ser estufadas e organizadas dentro do contêiner, além de cada uma possuir um padrão diferente. “As opções de serviço direto se reduzem muito, sendo necessário o transbordo da mercadoria e causando um maior tempo de transporte Porto a Porto. Após a chegada no porto de destino, é necessário esperar alguns dias para que a carga seja descarregada em armazém”, explica.

Custos também devem ser avaliados 

O FCL é mais vantajoso financeiramente quando os custos totais de frete e armazenagem são equivalentes aos do LCL. Geralmente, no LCL o custo é muito baixo. Porém, segundo o especialista, os custos de destino podem ser altos. Dessa forma, você deve estar atento a todas as despesas para evitar prejuízos. A dica da Interseas é: se a sua carga é grande, mas não ocupa espaço suficiente para lotar um contêiner inteiro, faça a cotação para os dois tipos de transporte e veja o que é mais vantajoso economicamente. 

O papel de uma empresa de assessoria nesses processos, desde a escolha do serviço até o desembarque da mercadoria, é justamente o de analisar os riscos, benefícios e custos. Para ajudá-lo a escolher a melhor forma de transportar sua carga, conte com os serviços da Interseas. Entre em contato!  

 


Publicado em 23/7/2019 | Categoria(s): Exportação, Importação
Tags: , , , , ,


Faça seu Comentário