Blockchain no Comércio Exterior, o que eu preciso saber?

Se você acompanha o que tem acontecido de mais recente a nível de tecnologia, com certeza você já deve ter ouvido falar em redes blockchain.

Mesmo que não tenha ouvido falar ainda, vamos te explicar um pouco sobre como funciona este tipo de rede e vamos explorar também qual a sua importância para o Comércio Exterior.

De modo bem simplificado, conseguimos entender blockchain como uma tecnologia que funciona como um grande banco de dados em que movimentações e armazenamentos de informações podem ser feitas de uma forma segura, rápida e transparente, garantindo a integridade da informação.

Inicialmente, a rede blockchain foi muito associada ao advento das moedas virtuais ou criptomoedas. Neste contexto, por se tratar de um ambiente virtual onde transações financeiras são realizadas, há a necessidade de se ter a certeza de que a movimentação realizada não será fraldada ou que, se caso ocorra algum tipo de fraude, esta última pode ser facilmente rastreada. 

Muito além das criptomoedas, a tecnologia blockchain é extremamente útil em ambientes em que seja preciso trocar dados rapidamente, com segurança e com fácil localização quando necessário. 

Explicando ainda um pouco mais sobre as redes blockchain, toda a rede é formada por diversos blocos que são criptografados. Cada bloco deste, carrega uma informação única, comparada à uma impressão digital humana. É deste modo que este complexo sistema tecnológico garante a rastreabilidade e a confiabilidade de que as informações trocadas não serão perdidas ou violadas. É como um livro de registro inabalável, que traz transparência, confiança, rastreabilidade, integra bases e automatiza.

Sabendo como funciona basicamente uma rede blockchain, já deu para entender como ela pode ser importante no comércio exterior?

Não?! Tudo bem, a gente explica. 


Blockchain e Comércio Exterior – como se aplica?

Independentemente de qualquer que seja o segmento de atuação dentro do mercado de comex, a troca de dados é uma constante que dá a tônica no nosso setor, correto? 

Imagine você que por muitos anos sonhou com a chamada digitalização do comex. 

O desejo sempre foi diminuir a dependência de documentos impressos, colaborando para a sustentabilidade ambiental e aumentando a velocidade e eficiência em que as informações são trocadas.

O grande gap com esse sonho, sempre foi a segurança destas informações, uma vez que o ambiente virtual nem sempre expirou confiança para utilização de dados sigilosos. 

Com a chegada da blockchain, esse problema é totalmente superado, além de proporcionar um universo infinito de possibilidades de otimização nos procedimentos de importação e exportação.

O órgão máximo de fiscalização do Comércio Exterior do Brasil, a Receita Federal é quem está à frente desta revolução digital. 

Nos últimos anos, através da tecnologia blockchain tem unificado os dados dos importadores e exportadores sul americanos, em grandes master datas que possuem redes blockchain, dando credibilidade às empresas que suas informações estarão seguras e invioláveis. Pois é, o Portal Único Siscomex tem um Blockchain!

A blockchain veio para mudar o comex mundial, reduzindo a burocracia, aumento a segurança e expandindo os horizontes de quem usa a tecnologia a favor da inovação!

A Interseas está em constante inovação para trazer ainda mais soluções para importadores e exportadores. Converse com um de nossos especialistas!


Publicado em 15/3/2022 | Categoria(s): Exportação, Importação
Tags: , , ,