Alta demanda no transporte marítimo internacional exige mais planejamento dos importadores

Alta demanda no transporte marítimo internacional exige mais planejamento dos importadores

A pandemia provocou um cenário atípico na logística mundial. Para falar sobre o tema, André Cunha, especialista em logística internacional, conversou com nossa equipe para explicar as razões pelas quais os valores do frete marítimo aumentaram significativamente, e também alertou sobre as consequências com a proximidade do Ano Novo na China. Confira a entrevista completa: 

 

Estamos vivendo no comércio internacional um cenário em que faltam espaços nos navios, contêineres e os valores dos fretes aumentam semanalmente para as importações provenientes da China. O que levou a esta situação?

Ao longo do segundo semestre percebemos um forte aumento na demanda (que não foi acompanhado pela oferta) de espaço nos navios e de contêineres provenientes da Ásia. Acreditamos que esta situação, somada ao fato de que alguns países ainda sentem os impactos da pandemia nas operações logísticas, afete o reposicionamento e a disponibilidade de contêineres vazios.

 

O que podemos esperar das semanas que antecedem o feriado Chinês?

Estima-se que o cenário fique cada vez mais crítico com a proximidade do Ano Novo Chinês em fevereiro. Isso porque as empresas exportadoras devem acelerar a produção para finalizar seus pedidos. A cadeia logística, por sua vez, é pressionada para o atendimento de toda a demanda de embarques antes do início do feriado. Dessa forma, a capacidade operacional do transporte marítimo, em todos modais, que já está sob pressão, acaba sendo ainda mais impactada.

 

Importar sempre exigiu planejamento. Quando os importadores devem programar os seus embarques ?

Sugerimos que o contato com a empresa responsável pela contratação do transporte marítimo internacional ocorra com antecedência em relação à prontidão de carga. Isso é muito importante para permitir a avaliação de todas as alternativas possíveis de transporte como portos, rotas e tipos de contêiner. O ideal é que esse contato ocorra em não menos que 2 semanas, principalmente se for uma operação nova de importação.

Para acompanhar outros conteúdos sobre comércio exterior e receber as atualizações do nosso blog, siga a Interseas no LinkedIn

  

 


Publicado em 28/12/2020 | Categoria(s): Importação
Tags: , , , , ,