Conheça a nova estrutura do terminal de cargas de Florianópolis

Conheça a nova estrutura do terminal de cargas de Florianópolis

Referência em agilidade, cuidado e segurança, o terminal de cargas de Florianópolis é considerado o melhor de Santa Catarina no modal aéreo. Em 2018, o TECA do Aeroporto Internacional Hercílio Luz recebeu uma média R$ 40 milhões de produtos importados por mês, com 64% das cargas entregues em menos de 24 horas. Mensalmente, passam por ele nada menos do que 83 toneladas de produtos vindos ou encaminhados do exterior. Neste post você vai conhecer a estrutura do terminal de cargas de Florianópolis e entender seus diferenciais.

Desde janeiro de 2018 sob concessão da Floripa Airport, do grupo Zurich Airport, o Aeroporto Internacional Hercílio Luz já passou por reformas e melhorias não apenas no terminal de passageiros. A estrutura do terminal de cargas de Florianópolis foi ampliada e passou a abrigar toda a inspetoria da Receita Federal. A mudança acelerou a liberação dos produtos importados, já que antes o escritório da inspetoria estava localizado no centro da cidade. Entre outras novidades no TECA, foi implantado um Centro de Atendimento ao Cliente para entrega de documentos, acesso ao Sistema da Receita, impressão e outros serviços que tornam mais ágil o trabalho dos despachantes aduaneiros.

Infraestrutura de ponta

Empilhadeira no terminal de cargas de Florianópolis, Floripa Airport.A nova estrutura do terminal de cargas de Florianópolis tem área de armazenamento de 900m², amplo pátio de manobra e local próprio para cargas sujeitas à pena de perdimento até que a Receita Federal as submeta à destinação final. A área também possui três câmaras climatizadas: uma com temperaturas entre -18 e 0º C, uma geladeira para cargas que devem permanecer entre 2 e 80º C e sala refrigerada para cargas que precisam de armazenamento até 250º C.

Essas condições contribuem para que o TECA tenha capacidade para receber artigos perigosos, havendo segregação de cargas conforme sua classificação, com três horários para que seja realizada a parametrização. Há espaço específico para cargas radioativas com monitoramento diário e para mercadorias sanitárias, que podem receber registro de rastreabilidade e contam com uma responsável farmacêutica para fornecer anuência da Anvisa quando necessário.

O ambiente do terminal de cargas de Florianópolis é monitorado cinco vezes ao dia por  vigilantes e permanentemente por câmeras em tempo real, medidas de segurança importantes para garantir qualidade no serviço de armazenamento. Entre os equipamentos disponíveis estão porta-paletes para cargas com mais de 30kg, paleteiras e empilhadeiras elétricas e hidráulicas (algumas suportando até 7 toneladas) e balanças especiais para até 100 kg e até 3.000 Kg.

Para saber como é possível se beneficiar com a infraestrutura do terminal de cargas de Florianópolis nos processos de importação ou exportação da sua empresa, entre em contato com a Interseas e conheça nossos serviços.


Publicado em 07/5/2019 | Categoria(s): Importação
Tags: , , ,


Faça seu Comentário